• Natascha Duarte

No meu Brasil não existe corrupção

Não nos fodemos! O meu país ainda é o Brasil do futuro. Em casa reciclamos lixo, usamos sacolas reutilizáveis, consumimos carne moderadamente e economizamos água, energia e críticas que não constroem. Temos amigos do peito, a família é agarrada e elogios são frequentes. O mundo está cheio de boas pessoas. No meu Brasil não existe corrupção, nada é ajeitado, ninguém fura o outro. Existem tantas boas ações quanto exemplos. Ouvir música é como meditar, contar histórias é orar e dar abraços é o que te faz evoluir. Quem contempla a vida é mais feliz e não se corrompe. Dinheiro não é tudo entre a minha gente. Solidariedade, é! No país da minha turma, dar bom dia ao porteiro é um prazer, sorrisos a quem não se conhece, uma satisfação e descer do carro para defender o ciclista acuado pelo motorista do carrão, é uma obrigação. A gente faz porque acredita! É a nossa essência! Onde eu vivo as pessoas são como eu, e no meio dessas gentes que me influenciam e por mim são influenciadas, o pensamento dominante é que uma conduta reta é tudo nessa vida. Por aqui não tem matemática criativa. Tudo é lógica e sentimento! Os que eu conheço trabalham duro, acompanham de perto quem amam, dialogam e seguem generosos a luta diária. Um lembrete, essa palavra me veio do nada, é antiga, lembrete: não desistam, nós somos maioria, os podres é que são exceção! Natascha!? Presente!


21 visualizações3 comentários